Anibelli Neto | Deputado Estadual – Anibelli Neto defende extinção da PRSEC

Anibelli Neto defende extinção da PRSEC

Em discurso nesta terça-feira (5) na Assembleia Legislativa, o líder da oposição, deputado Anibelli Neto (MDB), defendeu a extinção da Companhia Paranaense de Securitização (PRSEC), e não a interrupção temporária, conforme anunciou o secretário da Fazenda, Luiz Carlos Bovo, na última semana.

“Queremos a extinção em definitivo da Paraná Securitização, uma empresa que só deu prejuízos aos paranaenses”, destacou Anibelli. A interrupção das atividades foi anunciada na última quarta-feira, durante prestação de contas do Poder Executivo relativa ao primeiro quadrimestre de 2018 na Alep.

A PRSEC foi criada em 2015 com o objetivo de negociar ações no mercado de capitais para levantar recursos para obras e investimentos através da através da venda de créditos do ICMS que o governo tem a receber no programa Paraná Competitivo. A empresa, no entanto, nunca conseguiu de fato atuar, em razão de restrições feitas pelo Tribunal de Contas do Estado.

“Desde que foi criada, mesmo sem atuar em nenhum momento, a PRSEC acumulou prejuízos de R$ 2,2 milhões. Isso confirma que a oposição sempre esteve certa ao se posicionar contra a criação da empresa. Além disso, ao negociar créditos do ICMS que o governo tem a receber nos próximos anos, a PRSEC vende o futuro para tentar criar uma situação benéfica no presente. Não é assim que a política deve ser feita”, destacou.

Durante a sessão de hoje, o líder do governo, Pedro Lupion (DEM) entregou à Anibelli uma resposta a requerimento de pedido de informações apresentado ontem pela oposição sobre a PRSEC. No requerimento, a bancada questiona se realmente há previsão para interrupção temporária das atividades; por que o governo optou por realizar estudos para a interrupção temporária, e não definitiva da PRSEC e também se a empresa vai continuar remunerando os membros da diretoria e do conselho enquanto. “Iremos estudar a resposta e, caso não seja satisfatória, vamos reapresentar o requerimento de pedido de informações”, disse Anibelli

(Curitiba, 5/6/18) –

Entre em Contato

Preencha as informações abaixo, retornarei o mais breve possível.

Not readable? Change text. captcha txt