Cidade de Floresta vai receber o título de “Capital do Milho Safrinha”

O deputado Anibelli Neto, do MDB, que preside a Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Social da Assembleia Legislativa, se associou ao deputado Arilson Chiorato, do PT, no projeto de lei 16/2020 que concede o título de Capital do Milho Safrinha ao município de Floresta.

Segundo Anibelli, a intenção do Projeto é reconhecer e divulgar o pioneirismo e a tradição da produção do milho safrinha no Município de Floresta e, assim, fomentar a economia local.

No Brasil, tradicionalmente, o milho era uma cultura típica do período de primavera-verão, com a semeadura das lavouras sendo realizadas entre os meses de agosto a novembro.

Devido às seguidas frustrações de safras dos agricultores do Paraná com a cultura do café, principalmente resultantes das geadas severas na década de 1970, em especial a ocorrida em 1975, e com as culturas de inverno, como o trigo, que oferecia pouco retorno, o cultivo extemporâneo do milho foi iniciado nesta década, no município de Floresta, historiou o deputado.

Com o tempo a prática foi ganhando adeptos, apesar de se tratar de uma atividade de alto risco, em função das condições climáticas que prevalecem no período de outono-inverno.

No início da década de 1990, observou-se um grande avanço no nível tecnológico empregado, incluindo a utilização de híbridos simples, de ciclos precoces e adaptados às condições climáticas do período de outono-inverno. Uma vez que se intensificou o cultivo da soja no período de verão e com o abandono do plantio do trigo por grande parte dos agricultores paranaenses, o Milho Safrinha tornou-se a melhor opção aos agricultores para o período de outono-inverno.

Atualmente, é produzido em larga escala em diversas regiões do nosso Estado, mas o Município de Floresta continua se destacando na cultura, como percursor da técnica e com grande número de adeptos.

Segundo Anibelli Neto, o interesse dos agricultores é impulsionado pelo desenvolvimento de tecnologias modernas de produção, que têm contribuído para elevar os rendimentos da cultura. Hoje a lavoura se expandiu e ficou maior que a do milho verão.

Entre em Contato

Preencha as informações abaixo, retornarei o mais breve possível.

Not readable? Change text. captcha txt