Anibelli Neto pede que governo recue no reajuste da tarifa de água

Desde o dia em que foi anunciado que a tarifa de água e esgoto seria reajustada em 9,62%, o deputado Anibelli Neto, que é líder do MDB na Assembleia Legislativa, tem se posicionado contra o que ele classifica como um “crime contra a população paranaense” por parte do governo do Estado.

Segundo ele, não bastasse o alto índice de reajuste, o governo anuncia a medida em plena pandemia de Covid-19, que atinge a população paranaense inclusive na questão financeira. Para ele, “falta sensibilidade ao governo”.

Ontem, em pronunciamento na sessão plenária virtual da Assembleia Legislativa, Anibelli Neto disse esperar sensibilidade por parte do governo e que o governador Ratinho Júnior reconsidere esta decisão, posição esta que preocupa a maioria dos deputados estaduais que, assim como ele, têm se posicionado contra o reajuste.

Anibelli Neto relembrou “os bons tempos dos governos do MDB”, quando o governo tinha mais sensibilidade e não autorizou nenhum reajuste das tarifas.

“A sensibilidade deve falar mais alto que a vontade do lucro”, sentenciou Anibelli.

Entre em Contato

Preencha as informações abaixo, retornarei o mais breve possível.

Not readable? Change text. captcha txt